Imprensa

Receba nossa Newsletter



Aumento dos estoques globais ditam tendência do mercado de algodão

04/10/2019 - Aumento dos estoques globais ditam tendência do mercado de algodão

Aumento dos estoques globais ditam tendência do mercado de algodão


Preços internacionais da pluma arrefecem


Os preços internacionais do algodão parecem sem direção no curto prazo. Os agentes se mostram cautelosos, à espera de alguma novidade quanto a guerra comercial sino-americana.

As incertezas a respeito do crescimento da economia global estão represando investimentos tanto nos EUA quanto no mundo.

O rali que elevou ligeiramente os futuros do algodão na ICE, no final da primeira quinzena de setembro, criado pela elevação dos preços do poliéster quando do ataque sofrido pela refinaria saudita, não mostrou suporte duradouro, tão logo os danos sobre as instalações foram avaliados e desmistificados.

Vieses de alta, então, se concentram na piora do clima no Paquistão e na Índia. O Paquistão recebeu temperaturas excepcionalmente quentes e chuvas prematuras em algumas áreas, que retardaram o progresso da colheita.

A Índia experimentou monções prolongadas em vários estados importantes de cultivo de algodão. Além disso, há relatos de aumento da infestação de pragas em Telangana, Maharashtra e Gujarat.

Sem uma resposta do consumo das indústrias, qualquer redução na produção pode impedir o recuo dos referenciais abaixo da resistência técnica dos 60 dólares.

A consultoria espera que os preços das principais posições oscilem entre 58 centavos e 62,5 centavos de dólar. Sem operações de cobertura de posições curtas, é mais provável que a banda inferior caia do que o topo ascenda.

A longo prazo, traders e outros compradores devem se acautelar de que, apesar dos fundamentos baixistas, que os preços estão em níveis relativamente baixos em comparação com a história recente. O rompimento do suporte de 60 centavos e sobretudo do de 58,50 centavos deve ser considerado boa oportunidade compra para cobertura de vendidos.


Mercado brasileiro continua pouco líquido


No Brasil, os negócios continuaram lentos. Os comerciantes e tradings deram preferência à execução dos contratos pactuados antecipadamente, enquanto os preços no mercado spot ou termo não se mostraram atraentes para novas vendas.

Com elevado nível de comprometimento da pluma oriunda da temporada 2018/19, mesmo com os vultosos volumes já colhidos, os cotonicultores ficaram concentrados na finalização dos trabalhos no campo e no beneficiamento do seu produto.

A ponta vendedora mais ativa, com poder de barganha, manteve sua pedida pelo produto, a despeito de resultados não tão bons de micronaire. Somente indústrias ou tradings com necessidades bastantes singulares de complementação de contratos atenderam as pedidas dos vendedores.

Devido a alta do dólar em relação ao real, claramente as vendas externas recebem a preferência dos produtores e comerciantes.

A maior parte da ponta compradora, enquanto isso, ficou alheia as negociações, pois está saciada os volumes da execução dos contratos a termo e não vê grandes estímulos vindo dos consumidores finais. Para estes, pesa bastante a lenta e praticamente inexistente elevação da renda média per capita dos brasileiros.

Membros da indústria que necessitam satisfazer suas programações no spot tem suas compras limitadas pela qualidade da pluma que ainda não comercializada.

A maior parte dos fechamentos com entregas futuras foi efetuada com base no Indicador e na Bolsa de Nova York, a serem fixados posteriormente.



 

Fonte: IHS Markit

Compartilhe:

Índice

Consultoria
Projetos que englobam aspectos socioeconômicos, mercadológicos, técnicos e comerciais da atividade agropecuária.
Business Intelligence
Estudos de pesquisas de mercado, análises setoriais e competitivas.
Palestras
Confira as últimas apresentações dos analistas da Informa Economics FNP sobre as diversas áreas e segmentos do agronegócio.
Publicações
Anuários, boletins e relatórios em português e inglês.
Quem Somos | Pecuária | Grãos | Açúcar/Etanol | Terras | Insumos | Anualpec | Agrianual | Imprensa | Consultoria | Business Intelligence | Palestras | Publicações
IEG FNP | Agribusiness Intelligence
Avenida Paulista, 726 – 17º andar – Bela Vista, São Paulo – SP - 01310-100
Tel.: + 55 11 4504-1414
e-mail: informaecon-fnp@informaecon-fnp.com
Copyright © 2019 IHS Markit. All Rights Reserved